ThunderCats Roar continua genial!

ThunderCats Roar: Snarf Is the Best Thing About the New Series

Os seis primeiros episódios de ThunderCats Roar, que nós resenhamos aqui, foram uma das grandes surpresas desse começo de ano. A despeito de todo criticismo por parte de crianças de 40 anos, que insistem em comparar a genial animação da Cartoon Network com a versão original dos anos 80 (que também era pra crianças, caso alguém tenha esquecido), o que nós vimos foi uma aula de bom humor! Os seis episódios seguintes, que nós resenhamos aqui, não só mantiveram a vibe ALEGRIA E OUSADIA, como também mandaram um recado pras crianças marmanjas em um inusitado crossover com Teen Titans!

And poop face.

Agora maratonamos dos episódios 13 ao 22 (a primeira temporada vai até o 28) e não é que ThunderCats Roar continua genial? É divertida, leve, inteligente e não tem vergonha nenhuma de se assumir como uma animação para crianças – independente da idade, que saibam rir de si mesmas e queiram apenas 11 minutos de diversão na TV!

O melhor de tudo: os roteiristas continuam adaptando episódios clássicos! Lembram-se de Mandora? Ela é uma espécie de super-policial do espaço que vai parar no Terceiro Mundo. Acidentalmente, Lion-o libera seus prisioneiros – e precisa se unir a Mandora se não quiser ir em cana também! Essa sinopse serve tanto pra série clássica quanto pra atual: só muda a abordagem!

I AM THE LAW, gatinhos!

Em “Dr Dometome”, Lion-o tem a tarefa de mapear as praias do Terceiro Mundo – mas ele acaba drenando toda a água do planeta! Em “Study Time”, o líder dos ThunderCats descobre que devia ter prestado mais atenção às aulas de Tygra sobre a Espada Justiceira – acidentalmente, ele abre um portal dimensional que vai causar muitos problemas! Em “Mumm-Ra, the Ever-Living”, o ser eterno descobre todo seu potencial e vai partir para a vingança contra seus inimigos felinos! Em “Bersekers”, a Toca dos Gatos é atacada por piratas a mando de Mumm-Ra! E em “Jaga History” finalmente vamos rever o espírito-guia dos Thundercats. Na série clássica, só Lion-o podia vê-lo, no melhor estilo Obi-Wan Kenobi – agora, todos os gatos se reúnem para ouvir sobre seu passado!

Antes e depois de ver o fantasma de Jaga

No décimo-nono episódio, Panthro faz amizade com Barbastella, a Rainha dos Morcegos! No vigésimo-primeiro, cansados de lutar contra os Mutantes de Plun-Darr, os ThunderCats resolvem tirar um dia de folga na praia – só pra se meter em mais problemas ainda! Mais um clássico é adaptado no vigésimo-segundo episódio: Safari Joe, o Kraven da franquia ThunderCats, está caçando os gatos e os humilhando sem dó!

O que não deve ser muito difícil.

Perceberam que pulei um? É porque o vigésimo episódio, “Adopt a Jackal”, é o melhor da temporada até agora! O Chacal, o membro mais bobo, burro, fraco e inútil dos Mutantes, se mete numa confusão e vai parar na Toca dos Gatos! O problema é que os ThunderCats acham que o Chacal quer se tornar um dos ThunderCats – e a gente descobre que o Chacal é mais inteligente que todos eles! O episódio é genial, com direito a número musical, referências ao episódio “ThunderSlobs” em que Tygra fica amigo de Mumm-Ra e muitas tiradas sensacionais!

Melhor que La-La-Land!

Não há muito mais a ser dito, amigos! Os produtores Victor Courtright e Marly Halpern-Graser, e principalmente a roteirista Joan Ford estão fazendo algo inacreditável ao revisitar esses personagens tão queridos e dar-lhes uma nova roupagem. Tivesse sido exibida em outra época e seria um sucesso absoluto – infelizmente, hoje, está sujeita a formadores de opinião de internet e outros bocós. Fica a torcida para que o bem vença e ThunderCats Roar continue ainda por muitas temporadas – podem até trazer os novos ThunderCats, não ligo!

HOOOOOO!
Avalie a matéria

Raul Kuk o Mago Supremo

Raul Kuk - o Mago Supremo. Pai de uma Khaleesi, tutor de uma bruxa em corpo de gata.