Superman & Lois – A renovação necessária do Arrowverso!

Hoje falaremos de um dos lançamentos mais impressionantes de 2021 da CW: a surpreendente Superman & Lois, que promete trazer a renovação necessária do aclamado Arrowverso.

É um fato comprovado de que o Arrowverso (séries que se criaram a partir da já saudosa Arrow) é um dos universos compartilhados mais rentáveis e elogiados pela critica. É um fato comprovado também que, com o tempo, as formulas que antes funcionavam tendem a cair em desuso e os shows precisem passar por uma renovação, para que continuem a proporcionar qualidade e variedade para seu público.

Após o crossover Crise nas Infinitas Terras (você pode ler nossos reviews aqui), o canal precisou repensar seu planejamento e passar por uma análise bem criteriosa. Universos morreram, universos nasceram – e ainda podemos adicionar nesta equação uma pandemia que abalou não só a estrutura dos estúdios, mas de todo o mundo. Muitos fãs entenderam que o assim chamado Arrowverso estava sendo finalizado para que um novo universo estivesse sendo construído pelo selo do HBO MAX.

Mas foi um ledo engano, meu amigo. Arrowverso respira – e muito bem!

A CW renovou Batwoman, com uma nova protagonista, assim como The Flash e a caricata Lendas do Amanhã. Mas o mais impressionante ainda estava por vir: o canal estreou a verdadeira menina dos olhos, Superman & Lois. E é sobre este show que iremos falar logo abaixo.

Pôster de divulgação da série Superman & Lois
Pôster de divulgação da série Superman & Lois

Superman & Lois traz o melhor que o Superman tem a oferecer para o telespectador. Nesta série podemos ver o que torna o personagem tão fascinante e amável. Um sujeito que acima de tudo é bondoso, amoroso, justo e que pode sim trazer mudanças verdadeiras para toda uma geração pelo simples fato de existir neste universo, através do seu principal poder, a empatia.

Sempre tive a impressão de que Tyler Hoechlin pudesse ser um ótimo Superman, e isso ficava evidente nas pequenas participações nos crossovers do Arrowverso. O ator mostrava muito esforço e tinha um entendimento claro do que era interpretar um super-herói como o último filho de Krypton. Em contrapartida tinha um péssimo uniforme, que inclusive era alvo de piadas dos próprios fãs da CW.

O verdadeiro Superman num traje horroso!
O verdadeiro Superman num traje horroso!

O que podemos dizer após assistir os 5 primeiros episódios de Superman & Lois? Parece ser uma série do HBO MAX, tamanha qualidade de imagem, efeitos especiais e principalmente do texto. Isso tudo mostrou que o estúdio decidiu tirar o escorpião do bolso e não quis economizar quando se tratava de adaptar o maior herói da DC Comics para as telinhas.

Vocês tem de adorar uma série que adapta o uniforme do Superman das animações dos estúdios Fleischer

O primeiro episodio nos mostra um pouco do seu passado, e é incrível como os roteiristas conseguiram até mesmo comportar no folhetim um dos uniformes mais clássicos do Superman, que apareceu nas animações dos Estúdios Fleischer. Só isso já mostrou que a equipe responsável pelo roteiro tinha claras intenções de respeitar o material original, as hqs, e reconhecia o verdadeiro termo adaptação. Um tremendo diferencial.

A partir daqui o texto pode conter spoilers, então cuidado. Agora, se você for como eu, que não se importa com isso, vamos lá!

Narrativa e a forma como a série lida com problemas familiares!

A história de Superman & Lois gira em torno da família Kent, que após o triste falecimento de Martha, mãe de Clark, decide se mudar para Smallville.

A adorável família Kent!

Nesta versão da amável família do Superman, Lois e Clark são pais de 2 adolescentes bem distintos.

Jonathan e Jordan, suas diferenças são um verdadeiro tesouro para a série
Jonathan e Jordan, suas diferenças são um verdadeiro tesouro para a série

Jonathan Kent (Jordan Elsass) é adepto dos esportes, é amigável, extrovertido, responsável e faz tudo para manter sua família unida. Eu diria que ele carrega os verdadeiros ideais que fazem Clark ser o Superman: ele é um garoto de ouro que, mesmo quando se revolta por um motivo emocional, logo depois volta atrás para consertar seus erros.

Jordan Kent (Alex Garfin) é o completo oposto do irmão: introvertido, sério e com problemas emocionais. O garoto foi até mesmo diagnosticado com transtorno de ansiedade social, o que lhe fazia tomar remédios para amenizar seus sintomas.

Lois Lane (Elizabeth Tulloch) é a mesma intrépida repórter dos quadrinhos. Aquela que tem um instinto afiado para matérias, peita a tudo e a todos em prol da verdade e de um furo jornalístico. Íntegra até a medula, a personagem não aceita que Morgan Edge, que comprou o Planeta Diário, altere um texto seu, visto que atingia o magnata. Com sua perspectiva jornalística afetada pelo claro conflito com Morgan, ela pede demissão do Planeta e aceita de bom grado se mudar para Smallville.

Clark Kent (Tyler Hoechlin) foi um dos demitidos do Planeta Diário na reformulação impetrada por Morgan Edge após a compra do jornal. E o que poderia se tornar uma bosta, acaba sendo o verdadeiro triunfo da narrativa de Superman & Lois: o personagem deixa de lado o jornalismo para abraçar um back to basics, se tornando assim fazendeiro e passando a integrar com mais proatividade a amável comunidade de Smallville.

O durão General Lane de Dylan Walsh

General Lane (Dylan Walsh), pai de Lois, é um representante do exercito que cobra uma participação mais contundente e efetiva do Superman, quase como um soldado a seu dispor – e ele conhece a identidade do Homem de aço!

A série lida com problemas sérios como suicídio (tentativa), drogas e vicio em álcool, de uma maneira muito equilibrada, além de arranhar a superfície sobre transtornos de ansiedade social na adolescência (o que espero que se aprofunde mais nos próximos episódios). Ter um personagem como Jordan é perfeito para trabalhar esse tipo de problemas, um verdadeiro ás na manga.

E o relacionamento de Jordan com Jonathan é muito bonito de ser assistido. Os conflitos causados por terem personalidades tão distintas é um dos pontos que motiva a assistir a série com afinco e atenção na tela.

A forma como Jonathan sacrifica tudo de importante para ele, em prol de uma melhor qualidade de vida para o irmão, e sempre tenta ser conciliador para amenizar os problemas causados por Jordan com os pais, o tornam um baita personagem.

Porém, na roleta russa dos genes kryptonianos, quem foi sorteado para ter os poderes foi o problemático Jordan. Se isso acontecesse em outros tempos de Arrowverso, eu poderia esperar uma verdadeira novela de discussões sentimentais, episódios e mais episódios trabalhando o relacionamento entre irmãos… Aqui, porém, a série mostrou o assunto de uma forma bem diferente e decidiu mostrar o quão confiante é Jon, ao tratar com tranquilidade a situação. A partir daquele momento ele sabia que, todo o seu empenho como um atleta perfeito, era fruto de seu esforço e não porque era amparado por poderes.

Ainda sobra espaço para tentarem desenvolver o relacionamento amoroso sem graça da Lana Lang com seu marido e os problemas familiares com as filhas.

Equilíbrio

A alma da série Superman & Lois é ser uma série família. Sempre foi esse intuito, não foi à toa que a CW decidiu trabalhar com um Superman casado e com dois filhos. E a forma de desenvolver todo esse núcleo familiar é o equilíbrio, seja no relacionamento do casal, seja entre os irmãos, ou entre possíveis casos amorosos do núcleo juvenil.

Como tudo na vida, o que rege é o equilíbrio

O que destaco aqui na verdade, e podemos usar como espelho do show, é o perfeito relacionamento como marido e mulher de Clark e Lois. Nenhum se sobressai ao outro, ambos sempre conversam e decidem juntos. E cada um no seu quadrado. Clark fazendeiro não interfere no trabalho jornalístico de Lois, e vice versa.

E mesmo a Lois sendo uma personagem que esbanja petulância beirando arrogância com outros, é com Clark que ela é verdadeira e honesta. E isso é o cerne do casamento, saber encontrar o equilíbrio com a pessoa amada. Isso não torna a vida do casal perfeita, eles continuam com problemas ao redor que precisam de solução, mas juntos eles são mais fortes.

O que eu acho interessante é como o fardo é pesado para o Superman. Um cara superpoderoso, quase um deus neste universo, e mesmo assim no primeiro episodio acontece tanta coisa com ele: a morte da mãe, a demissão do Planeta Diário, os filhos com problemas e ele não conseguindo achar uma forma de solucionar de forma tranquila a situação, precisando se isolar com a família no Kansas para poder trabalhar e manter a unidade familiar.

E ir para Smallville foi um presente de Martha para Clark, pois mostrou que ele precisava se conectar aos seus filhos. De nada adiantava ele ser um Superman vigilante no universo todo, se em casa tudo desmoronava. E com a decisão de ser mais próximo dos filhos, decidindo sacrificar seu lado profissional, o jornalismo, Clark mostra que ele está apto para qualquer coisa em prol de sua família. E mesmo sofrendo pressões do sogro para voltar ao papel mais presente do Superman, ele se mantem firme em seu propósito – afinal as crianças agora precisam ainda mais de uma figura paterna presente do que em qualquer momento. Jordan precisa compreender a amplitude de seus poderes, e Jonathan, de apoio com problemas comuns de um jovem que está crescendo.

Os antagonistas

Os vilões do show já foram mostrados desde o primeiro episódio. Tratam-se de Capitão Luthor (The Stranger) e Morgan Edge.

Capitão Luthor – The Stranger

Capitão Luthor (Wolé Parks) inicialmente é mostrado como um estranho de armadura que conhece tudo sobre o Superman, tendo inclusive entrado em combates com o homem de aço algumas vezes. É mostrado posteriormente que ele é uma versão alternativa de Lex Luthor, vinda de uma realidade onde o Superman é um vilão.

Sim, meus amigos, tudo indica que ele veio da finada Terra-3, lugar onde o Sindicato do Crime dominava com ferro e fogo a todos. Para os que não conhecem, é basicamente uma Liga da Justiça que se volta para tirania e escolhem o lado errado. Com isso neste universo o único herói é Alexander Luthor, que luta contra os tiranos superpoderosos.

Deve ser explicado o motivo desta versão do Luthor ter ido parar no universo do Superman do Arrowverso após o termino do evento Crise nas Infinitas Terras. O personagem, porém, não está nem um pouco preocupado com os motivos de estar deslocado e sim empenhado em mostrar a verdadeira face do Superman. Inclusive, em seus esforços de coletar kryptonitas, o antigo herói dá início à corrupção do General Lane, que no futuro deve virar um adversário do Homem de Aço.

O magnata caçador de Kryptonitas X que planeja criar um exercito superpoderoso

Morgan Edge (Adam Rayner), é mostrado não somente como um magnata inescrupuloso que compra a imprensa para manipular o público, mas como um verdadeiro sanguessuga que compra concessões de minas de cidades pequenas e as destrói em paralelo. E seus motivos em desbravar as minas não são nada bondosos: coletar as famosas kryptonitas-X, que ele tem usado em experimentos para ressuscitar mortos com superpoderes semelhantes aos do Superman.

Ambos os personagens têm motivações obscuras, estão bem estabelecidos e serão grandes dores de cabeça para o nosso kryptoniano favorito.

Resultado final!

O resultado final apresentado pela série após os cino primeiros episódios é muito proveitoso. Merece os parabéns por respeitar o cânone dos quadrinhos e ainda saber adaptar para uma outra mídia com muita sabedoria.

A série é gostosa de assistir, os conflitos muito interessantes e os vilões apresentados até o momento são a cereja no topo do bolo. Morgan Edge, Capitão Luthor, Intergangue e a lista vai crescendo.

Se tem os excessos em, por exemplo desenvolver o núcleo familiar de Lana Lang, que é chato demais, ao menos hoje podemos ver o Superman usar toda a sua gama de poderes de uma vez.

Me diga você, leitor, quando foi que viu o Superman, fora as animações, utilizar visão de calor, sopro congelante, voo, supervelocidade ao mesmo tempo para vencer um inimigo de nível de poder semelhante? Olha, de cabeça não lembro de nada, mas a série soube balancear com perfeição este personagem tão poderoso e, ao mesmo tempo, tão sensível.

Superman & Lois mostra uma serie muito acertada, equilibrada, bem dosada e que, se continuar nessa caminhada, tem tudo pra se tornar a melhor série do CW, porque do Arrowverso já é. Com uma trilha sonora excelente e cativante, um elenco muito bem escolhido e talentoso, não tinha como o resultado ser diferente, é realmente é de encher os olhos.

E você, amigo leitor, já deu uma oportunidade para esta série? Nos diga o que acha: concorda com a matéria?

Compre o DVD da série Arrow 5ª Temporada no link abaixo:

Arrow 5A Temp [DVD]

Avalie a matéria

Puyol Miranda

Uma simples testemunha da humanidade, que presencia todos os dias as grandes maravilhas de Deus. Além de presenciar o mais lindo momento de uma etapa de crescimento, me tornar pai. Sou analista de ti, leitor de quadrinhos, decenauta convicto e amante da tecnologia.