Review de gibi velho – Spider-Man: Son of the Goblin

Olá amigos do Popsfera, Scatroplauer na área com mais uma contribuição para o site que mais cresce! A anterior, sobre os busões do Aranha, você pode conferir aqui: https://www.popsfera.com.br/amazing-spider-man-omnibus-uma-retrospectiva/.

Dessa vez, venho com o review de um TP (abreviação de Trade Paperback, que podemos traduzir como encadernado) que eu curto bastante, Spider-Man: Son of the Goblin.

Capa Original do TP

Esse TP foi publicado em 2004, numa época em que não existiam Busões ou Epic/Complete Collections. O máximo que você encontrava de histórias na ordem cronológica era nos Essentials. Essa salada de formatos será tema de uma próxima coluna, aguardem.

Este TP é focado em histórias onde Harry Osborn se torna o Duende Verde, após a morte de seu pai, o Duende original, Norman Osborn. Por este motivo, ele tem alguns saltos cronológicos entre as histórias, com alguns resumos entre elas. O interessante do TP é que ele forma um “arco” contando a vida do Harry. 

Acho esse formato de TPs bem interessante, pois dá um panorama na história do personagem em foco, contando sua trajetória em vários pontos da cronologia. Hoje em dia, com a cultura lombadeira, não creio que esse tipo de TP tenha mais espaço, pois o pessoal que lê hoje em dia só quer saber de tudo publicado na ordem. Talvez isso explique o sucesso da linha Epic Collection, por exemplo – mas isso é spoiler do próximo texto. 

Voltando ao TP, qual o seu conteúdo? Vamos lá:

Amazing Spider-Man 136 e 137 (1974) – Aqui temos a primeira vez em que Harry veste o uniforme do Duende Verde. É revelado que ele viu a morte de seu pai, Norman Osborn, e retirou o uniforme para que a polícia não descobrisse que ele era o Duende Verde. Após descobrir que Peter é o Aranha, ele prepara uma armadilha que coloca Mary Jane no hospital. O Aranha vai atrás do Duende, eles lutam e o Aranha é derrotado. Na edição seguinte, o Aranha encontra Harry, e este revela que sequestrou Mary Jane, Flash Thompson e Tia May e colocou uma bomba em cada um, mas apenas uma é verdadeira. No final Harry é preso e revela a identidade do Aranha para a polícia, mas, por ele estar louco, ninguém acredita.

Amazing Spider-Man 312 (1989) – Em uma história que se passa durante a saga “Inferno” dos X-Men, Harry, após ter sua família ameaçada pelo Duende Macabro, que está atrás da Fórmula do Duende, decide voltar a ser o Duende Verde. Com ajuda do Aranha ele derrota o Duende Macabro, que foge. Vale lembrar que aqui ele não tem recordação sobre a identidade do Aranha.

Spectacular Spider-Man 189 (2003) – Nesta época, Peter e Mary Jane moravam no mesmo prédio em que Harry, Liz e o pequeno Norman. Harry, depois de um ataque do Lápide, volta a usar o uniforme do Duende Verde e volta a se lembrar que Peter é o Aranha. Ao mesmo tempo, ele tem visões com seu pai, Norman, e começa a ficar louco novamente. Ele se submete a uma nova Fórmula do Duende, e aqui começamos a nossa história, onde ele usa de vários artifícios para atacar o Aranha, que sai em sua procura. Enquanto isso, Harry leva Liz, Normie e Max Raxton (Magma, primo de Liz) para um esconderijo e prepara um jantar, querendo provar que, diferente de Norman, ele vai ser o Duende Verde, mas não vai deixar sua família de lado. O Aranha chega, os dois lutam e Harry é derrotado e preso. No final, que remete ao primeiro confronto entre os dois, Harry diz que sabe quem é o Aranha, mas não vai revelar, ainda. 

Spectacular Spider-Man 200 (1994) – Harry sai da cadeia e volta ao convívio com sua família, mas esta convivência é disfuncional, pois Harry está claramente doente e Liz apenas mantem as aparências, em choque pela situação em que vive. Enquanto isso, Peter está preocupado, pois sabe que Harry pode atacar a qualquer momento. É o que ele faz, quando captura Mary Jane e a leva para a Ponte do Brooklyn, local onde o Duende Verde original matou Gwen Stacy. Mary Jane e Harry conversam e chegam numa espécie de acordo, com Harry a levando para casa, mas o Aranha chega, frustrado por não ter encontrado ele, e parte para o confronto. Mary Jane impede a luta e Harry vai embora. Harry começa a atormentar Peter aparecendo e apenas observando a distância em vários momentos, até que Peter decide confrontá-lo. Harry anuncia uma fundação no nome de seu pai e convida grande parte de seus antigos associados, mas é um plano para mostrar o poder no novo Duende Verde, pois pretende matar a todos explodindo o prédio no dia da inauguração. Enquanto isso, Mary Jane tenta fazer com que Liz a ajude, mas ela está à beira de um colapso nervoso e pede que Mary Jane vá embora. Harry passa a noite no prédio da Fundação com o pequeno Normie e Mary Jane chega, querendo conversar sobre a situação e retomar a velha amizade, mas é tarde demais. O Aranha chega e os dois lutam até chegar num impasse. Harry decide explodir o prédio com ele e o Aranha dentro e acabar de vez com isso, mas ao se lembrar que Normie e Mary Jane estão lá ele surta e não sabe o que fazer. O Aranha o convence a salvá-los e desmaia. Harry está surtando por não saber o que fazer com relação a Peter, que ainda está no prédio, mas Mary Jane faz com que ele volte e o salve. O Aranha pergunta o motivo pelo qual Harry o salvou, e este diz que foi por ele ser seu melhor amigo, e morre a seguir, devido aos efeitos colaterais da Fórmula do Duende. 

Essas duas últimas histórias foram escritas por J.M. DeMatteis, que assumiria os roteiros da Amazing Spider-Man após a saída de David Michelinie. O foco nessa duas histórias é bem mais no psicológico da relação entre Peter e Harry do que no confronto físico. A cena do jantar em “família”, a conversa com MJ e Harry e Peter/Aranha com Harry/Duende mostram bem essa situação. DeMatteis escreveria tempos depois a morte da Tia May em Amazing Spider-Man 400, talvez a melhor história de toda a Saga do Clone.

Mas aí vocês podem vir e me perguntar, “Mas Scatro, esse TP é velhão, quero ler em português, será que rola?”. Bem, sim e não. Sim, pois todas essas edições já saíram em português, a maioria pela Abril. E não, porque não existe republicação recente de parte material. Mas se quiser correr atrás para conferir, dá pra ler nas seguintes edições (com as capas, para ilustrar):

Amazing Spider-Man 136 e 137 – Essas saíram na revista Teia do Aranha 27 e 28 (Editora Abril) ou em Coleção Histórica Homem-Aranha 11 (Panini). 

Amazing Spider-Man 312 – Leia em Homem-Aranha 111 (Abril), O Melhor do Homem-Aranha Vol. 2 (Abril), Maiores Clássicos do Homem-Aranha Vol. 6 (Panini) ou na Coleção Definitiva do Homem-Aranha 28 (Salvat). Graças aos belos desenhos de Todd McFarlane essa edição foi republicada varias vezes. 

Spectacular Spider-Man 189 – Publicada em Teia do Aranha 76 (Abril)

Spectacular Spider-Man 200 – Essa saiu em Homem-Aranha 158 (Abril) ou você pode ler em Homem-Aranha Antologia (Panini).

Edição complementar recomendada

Para finalizar, recomendo também a edição Homem-Aranha Anual 05 (Abril), onde saíram as histórias imediatamente anteriores as edições de Spectacular do TP, mostrando Harry voltando a ser o Duende Verde.

Então é isso amigos, até a próxima!

Avalie a matéria

Kleber Scatroplauer

Kleber "Scatroplauer" é fã do Aranha e acha o Chewbacca o maior personagem de Star Wars. Coleciona busões, gibis e cartinhas de Magic Gostaria de colecionar mais coisas, mas falta espaço e ele precisa manter o casamento.