ULTIMATES DE MARK MILLAR E BRYAN HITCH: A Gênese do MCU?

ULTIMATES DE MARK MILLAR E BRYAN HITCH: A Gênese do MCU?

Armadura do Homem de Ferro montada por um monte de equipamentos saídos de uma montadora de automóveis?

Capitão América sendo violento e metralhando nazistas na Segunda Guerra Mundial?

Thor usando um Machado Místico e assumindo seu papel como Deus do Trovão?

Dupla Gavião Arqueiro e Viúva Negra como agentes secretos assassinos da Shield?

Hulk sendo usado como arma de destruição em massa contra os inimigos?

Loki como vilão central dos Vingadores?

Samuel L. Jackson como Nick Fury marrento?

Todos esses elementos são mundialmente conhecidos pelos filmes da Marvel dos heróis Vingadores.

Porém todo esse universo Cinematográfico foi apresentado inicialmente em uma revista em quadrinhos chamada: ULTIMATES – Uma nova revista que iria re-criar os “Vingadores” no universo alternativo Ultimate lançado pela Marvel.

A revista foi lançada em Março de 2002, criada pelo escritor Mark Millar e desenhada por Bryan Hitch, e desde o princípio semeou todos os conceitos para o início de um universo Cinematográfico da Marvel.

O mundo era real. As bases dos personagens era real. Os elementos heroicos básicos dos personagens estavam presentes, PORÉM de uma forma ultra-realista (a arte do Bryan Hitch é um fator a parte no tom realista, pois a linguagem visual que ele usa na revista é literalmente de Cinema) com diálogos adultos e frases de efeito ácidas(a narrativa e diálogos do Mark Millar atingem uma maturidade incrível nos roteiros), o título Ultimates pavimentou o caminho para o que hoje conhecemos como MCU – Marvel Cinematic Universe – Universo Cinematográfico Marvel.

Os uniformes eram o mais realista possíveis (baseados em roupas de atletas olímpicos), as consequências eram reais (quem paga os danos pelos estragos promovidos por um Hulk descontrolado em plena Nova York?), e as angústias eram reais, (Um Capitão América isolado em um mundo onde todos os seus amigos morreram? Tem! Tony Stark Bilionário que não sabe e não tem o limite para seus atos? Tem! Um Hulk totalmente descontrolado atingindo o Canibalismo ao comer cívis em uma batalha em Times Square? Opa! Péra.  Não tem! Os filmes não chegaram nesse ponto de realismo da revista Ultimates!), e tudo isso serviu como base para que em 2006 fosse lançado o primeiro filme da Marvel do MCU – Homem de Ferro.

A linguagem da revista era tão cinematográfica, que o próprio autor brinca com isso no segundo volume da série, quando os heróis estão reunidos em um momento de lazer e começam a discutir que atores “os interpretariam em uma versão cinematográfica”. Nick Fury afirma categoricamente que só poderia ser interpretado “pelo Samuel L. Jackson, nem tem o que se discutir”, quando desde a primeira edição o desenhista britânico já tinha optado por usar o ator como referência (e sem pedir permissão!)

Analisando hoje, o trabalho do Mark Millar e Bryan Hitch é IMPECÁVEL – cabe aqui uma salva de palmas para a colorista da série Laura Martin que cria uma fotografia incrível em cada quadro colorido – e eles estavam criando um filme na forma de quadrinhos. Um universo para o cinema.

Como o último filme dos Vingadores – End Game – ou Ultimato – está chegando e o fim do MCU que conhecemos está próximo, vale conhecer onde tudo começou. 

E a expectativa quanto ao novo filme dos Vingadores? O que você acha que vai acontecer? Comente aqui!

Avalie a matéria

Augusto Velazquez - O Canibal

Augusto Velazquez - O Canibal - Um homem compacto. Porém inteligente. Criador de Universos de Quadrinhos e Animações Nacionais.