The 100 – Series Finale

Foi ao ar essa semana o centésimo e último episódio da sensacional série THE 100, produzida pela canal CW e exibido por aqui pela Netflix.

Mesmo com muitos problemas extra campo, como a já trivial pandemia e uma acusação de assédio sofrida por um de seus principais atores (o que gerou inclusive um desgaste dele, Bob Morley, com o produtor e show runner do programa, Jason Rothenberg), o final da série foi bastante emocionante.

Num futuro próximo, o que restou da humanidade vive em uma estação espacial após uma guerra nuclear devastar nosso mundo. Um grupo de adolescentes infratores é condenado a voltar ao planeta após quase cem anos e verificar as condições climáticas e níveis de radiação da Terra, mas ao descer descobrem rapidamente que não estão tão sozinhos como imaginavam. Esse grupo são OS 100, e a aventura deles estava apenas começando!

Numa incrível corrida pela sobrevivência, o grupo foi sofrendo baixas e se adaptando ao (literalmente) novo mundo. Alianças foram feitas, amores surgiram no campo de batalha, personalidades foram moldadas na paulada e assim um grupo de crianças chegou ao final de sua jornada moldado a ferro e fogo, demonstrando uma força que parecia não estar lá. Em seu ato final, a série surpreende quando coloca nossos heróis como responsáveis não apenas pela própria sobrevivência, mas também pelo destino de toda a espécie humana.

Foi emocionante acompanhar Clarke Griffin em seu sacrifício final para salvar definitivamente aquelas pessoas que aprendeu a chamar de família, mas enquanto Bono Vox cantava a música do vídeo acima (If I could, you know I would If I could, I would let it go…) eu percebi que EU NÃO QUERIA QUE ELES FOSSEM EMBORA, mas toda jornada tem o seu fim…

Adeus Clarke, Indra, Octavia, Gaia, Raven, Madi, Emori, Echo, Hope, Becca… as mulheres mais fortes que uma série poderia ter.

Até mais Bellamy, Murphy, Gabriel, Jasper, Monty, Jordan, Jackson, Miller e tantos outros… obrigado a todos vocês pela jornada.

Avalie a matéria