THE 100 – S07E07

Foi ao ar essa semana o NONAGÉSIMO PRIMEIRO episódio de THE 100.

Bacana que esse episódio foi dirigido por Lindsey Morgan (que interpreta Raven Rayes), provando que as mulheres de THE 100 realmente não estão pra brincadeira.

Com o título THE QUEEN’S GAMBIT, uma jogada de xadrez que consiste em atacar os peões que protegem a rainha para desferir um golpe fatal, Russel faz exatamente isso ao entreter Murphy enquanto Emori promove uma festa de reconciliação entre os Filhos de Gabriel e os Seguidores de Russel.

O epê começa com Gabriel recebendo uma oferta de Andres para compartilhar o que sabe sobre Clarke e obter em troca todo o conhecimento que os Discípulos puderem lhe dar. Ele também participou de uma espécie de funeral para Orlando, que foi enviado para Nakara, o planeta congelado, embrulhado em vestes que continham o símbolo do Segundo Amanhecer. A oferta é tentadora e ele aceita, mas tenho certeza de que ele está atuando como um agente duplo aqui.

Há uma cena interessante com Jackson conversando com Madi, na qual ela mostra a ele alguns desenhos. Um deles é esse abaixo:

Madi diz que não sabe o que é, mas acha que seja algo perigoso. Bróder, é a Pedra da Anomalia! O fato de Madi estar visualizando isso me diz que talvez a chave que Andres tanto procura não seja bem a Clarke, mas isso é apenas um palpite.

Em Bardo Echo e Octavia dividem uma cela. A suposta morte de Bellamy (você não acha que ele realmente morreu, não é?) abalou Echo profundamente, fazendo com que ela se lembre da época em que ambas eram inimigas. Octavia faz o papel de cunhada do bem e a conforta.

“Você é minha família também.”

Enquanto isso, na cela ao lado Hope e Dyioza colocam a conversa em dia. Dyioza está incomodada com sua filhinha ter se tornado uma bruta guerreira mas até agradece quando ouve que Hope chamou Dev de pai. Hope diz que Dyioza está puta por ela ter se tornado uma assassina como a mãe. Dyio, então, conta sobre seu passado, sobre ser uma terrorista, e sobre como dormiu com o pai biológico de Hope apenas para obter certa vantagem à sua causa, mas que essa decisão lhe dera a melhor coisa de sua vida: uma filha!

Quando elas não conseguem chegar a uma conclusão sobre o que fazer a seguir, Dyioza desafia Hope a derrubá-la para seguir com seu plano de enfrentar um exército sozinha.

Enquanto isso, na outra cela Echo parece entender o que fazer a seguir. Ela chega à conclusão de que elas não são prisioneiras ali, mas recrutas. Quando ela aceita se juntar ao exército dos Discípulos, as portas de ambas as celas se abrem e o quarteto se encontra nos corredores enquanto uma voz diz algo nos alto-falantes; algo sobre uma guerra que está por vir. Essa voz descreve os quatro cavaleiros do apocalipse Guerra, Peste, Fome e Morte no momento do encontro, resgatei até uma cena com legendas, confira:

As quatro Cavaleiras do Apocalipse.

Em Sanctum, Emori tem problemas em sua reunião conciliatória. Nelson, o líder dos filhos de Gabriel, parecia prever a treta a se desenrolar e já tinha um prévio acordo com Nikki, a mina que havia roubado as armas dos Wonkru. Quando o pai de Nelson o rejeita e tenta estrangulá-lo, ele o mata com uma faca no meio da festa. Todos gritam, Nikki chega atirando pro alto e Emori se vê com problemas até o pescoço quando Nelson ameaça matá-la por julgar que ela ainda seja uma Prime. Que rolo! Você sabe: Murphy não estava aqui porque Russel o entreteve com um jogo de xadrez. Pelo agora ele terá a chance de salvar sua namorada no maior style.

Nelson e Nikki quase matando Emori, que está na ponta do revólver.

Em Bardo, Gabriel está estudando a Pedra quando um teleporte vindo de Nakara acontece. É Clarke e sua galera, que chegam e recebem sem massagem a notícia de que Bellamy is dead!

Ao receber a notícia de que Clarke está na estação em Bardo, Andres se dirige até uma sala onde um cara dorme em uma câmara criogênica. Ele o acorda e diz: Nós temos a chave!

E fim do episódio!

A promo do próximo capítulo é matadora, com a história voltando uns 300 anos no passado, em uma época em que a Terra ainda não havia explodido no caos nuclear e a galera do Segundo Amanhecer atuava em seus propósitos.

Imaginem se o tempo em Sanctum ou em Bardo passa tão devagar em relação ao da Terra que, se você voltar para a Terra a partir desse dois pontos, você volte em um ponto no passado da Terra? Tenho quase certeza que a Teoria da Relatividade de Einstein fala alguma coisa sobre isso.

Até semana que vem!

Avalie a matéria