Quarentena Musical – [Dia 102] – XFilesX – Excruciation

Uma das bandas Straight Edges mais insanas de todos os tempos é o XFilesX. Uma banda violentíssima, com vocal insano, instrumentais na velocidade da luz, letras extremas e algumas com algum tom de ironia, músicas curtas e com muita atitude.

A banda formada em New Bedford em Massachusetts nos anos 2000 como um projeto paralelo da banda The Awakened. A banda tinha como premissa ser uma banda de hardcore e powerviolence como Mk Ultra e Charles Bronson, criando composições agressivas e completamente sem limites. Durante a sua curta vida, a banda conseguiu gravar alguns compactos, um split com a banda Self Defense e o seu único disco completo, chamado “Excruciation” em 2004 pela gravadora Trash Art Records.

Em “Excruciation” temos 22 músicas completamente fora da caixa, berradas sem qualquer pudor e rápidas ao ponto de em muitos casos não perceber que uma música acabou e começou outra. Com 15 minutos de duração, o disco é bacana de ser ouvido e é violento até onde não poder mais.

Antes dos ouvidos começarem a sangrar, é importante dizer que o álbum em sua totalidade é um grande destaque e funciona ao ser ouvido na sequência. Assim fica claro a qualidade da banda que vai além do “agressivo pelo agressivo”, muito pelo contrário na verdade, a banda é muito bem encaixada com uma instrumental muito técnica e tem faixas nada enjoativas.

Para os ouvidos mais puritanos talvez soe um pouco estranho “Excruciation”. Mas o álbum vale muito a pena ser ouvido pois é algo diferente do comum na cena Straight Edge, passando bem longe dos alicerces do Youth Crew ou do hardcore mais trabalhado e metalizado de bandas dos anos 90.

Ouça essa delicia de disco nas principais plataformas digitais.

Amanhã estamos de volta pessoal! PMA!

Avalie a matéria

Renan Rennxxx

Fã incondicional de quadrinhos dos anos 90 (maior década), colecionador de quadrinhos, LPs e Straight Edge desde 1987. Gibis no acrílico, pizza e Anaheim Ducks são outras paixões. PMA sempre!