Picard em Dose Dupla: Episódios 8 e 9

Amigo popnauta, afirmo sem medo de errar: Star Trek: Picard é a mais emocionante adição ao lore do universo criado por Gene Rodenberry. É pra assistir ora com sorriso no rosto, ora com punhos cerrados, ora com as lágrimas escorrendo. O nível de acerto é tão grande quanto o de The Mandalorian, que ajudou a dar um novo fôlego ao Universo Star Wars após os episódios 8 e 9 (Os Últimos Jedi e A Ascensão Skywalker). Eu guardei justamente os episódios 8 e 9 da série do bom careca pra fazer essa comparação, pois atingimos um nível de respeito pelo material original, e de roteiro que olha pra frente, sem precedentes até então.

“Podemos derrotar os filmes que fizeram pro cinema…”

O episódio 8, “Broken Pieces”, é um dos mais emocionais (e não apenas emocionante) até agora (deve perder para o episódio final). Aqui vemos como foi a iniciação da romulana Narissa na ordem Zhat Vash, um ritual capaz de levar a maioria das pessoas à loucura – mas não ela. Agora ela tem um problema maior pra lidar dentro do Artefato: Sete de Nove volta para resgatar Elnor, se conectando à Rainha Borg para tomar controle do Cubo.

Nunca provoque essa mulher.

Enquanto isso, a bordo da La Sirena, Raffi percebe que há algo estranho com Rios, que se mantem isolado. Conversando com os hologramas de ajuda da nave, ela identifica partes da personalidade dele e tenta encontrar a melhor maneira de ajudá-lo. Quando finalmente se abre, Rios conta a Rafi um segredo aterrador: Soji se parece muito com duas mulheres que ele viu com seu antigo comandante, Capitão Vandermeer, quando ainda era membro da Frota Estelar. Vandermeer recebeu ordens de executá-las, cometendo suicídio logo em seguida – algo que Rios precisou encobrir. Juntando os pedaços, Raffi se dá conta de que eram duas formas de vida sintética do planeta com oito sóis de Bruce Maddox. Eles partem para lá, mas a nave é seguida por Narek – e Narissa tem uma armada a caminho.

Um passado sombrio.

Já o episódio 9, “Et in Arcadia Ego – parte 1”, começa com a tripulação da La Sirena chegando ao planeta-natal de Soji: Coppelius, um sistema orbitando oito sóis. Sete de Nove também chega, trazendo o Cubo Borg inteiro sob seu comando, mas ambas as naus são atacadas pelo sistema de defesa do planeta: orquídeas. Isso mesmo! Orquídeas gigantes do espaço sideral! Ambos caem e descobrem uma pequena cidade habitada por androides e por Altan Inigo Soong, o filho de Noonian Soong, criador de Data – e interpretado pelo próprio Brent Spiner! O choque de ver um “Data humanizado” e mais velho atinge Picard em cheio e não tem como não se comover com a cena. Até aqui, souberam não apenas fazer fan-service, mas criar elementos que justificam a participação dos atores dA Nova Geração.

“Eu devia ter chamado o Logan…”

Enquanto isso, Narek é capturado pelo dróides da cidade. Sutra, outra réplica de Soji, usa a técnica vulcana de unir mentes com Jurati – algo que devia ser impressionante por si só. Uma droide sendo capaz de aprender – e usar – essa técnica?! Ok, mas a surpresa vem agora: Sutra explica que a advertência recebida pela doutora, na verdade, vem de avançadas criaturas sintéticas… celestiais. Isso mesmo, androides quase divinos em sua natureza! Esses androides defenderão os pequenos droides de Noonian Soong de qualquer ameaça trazida por formas de vida biológicas. Picard tenta convencê-los a evacuar o planeta antes que a armada romulana chegue, mas Sutra insiste que devem invocar os criadores da advertência para defendê-los. Num plano astuto, ela permite que Narek fuja matando uma droide para provar a todos que sua espécie sempre será caçada e perseguida se não fizer alguma coisa. Picard é preso, mas Jurati se compromete a ajudar Soong a desenvolver um androide capaz de conter uma consciência humana. Que consciência é essa? Vamos descobrir sexta-feira, quando o episódio final chegar ao Amazon Prime.

“É assim que vulcanos dão spoilers!”

Cheia de diálogos comoventes, surpresas e doses certas de ação, Picard tem tudo para quebrar paradigmas e iniciar uma nova abordagem para o universo Star Trek. Séries mais contidas, com histórias definidas e que não apenas se encaixam na cronologia que compreende os filmes, mas exploram muito mais longe, onde nenhuma outra tinha ido antes!

Ora, mas não é exatamente isso que se espera de Star Trek?

Assista Star Trek Picard no Amazon Prime clicando aqui e esteja aqui em uma semana para saber como foi o final da saga!

Avalie a matéria

Raul Kuk o Mago Supremo

Raul Kuk - o Mago Supremo. Pai de uma Khaleesi, tutor de uma bruxa em corpo de gata.