Joker War é a nova saga do Batman que mudará tudo

Joker War é um novo arco de histórias que interligará todos os títulos relacionados ao Batman em volta do retorno do vilão mais perigoso e mortal da galeria do Homem-Morcego, o Coringa.

Desde o início de seu run como roteirista da principal revista da DC Comics, Batman, James Tynion IV provocou grandes acontecimentos no universo do personagem, movendo cada peça no tabuleiro de forma que destacassem aqueles que estão no convívio com o Morcego, para o que considera seu grande e impactante arco: Joker War.

Batman 90 conta a origem do Designer

Para isso, Tynion introduziu novos personagens nessa empreitada com motivações específicas e que influenciassem outros numa espécie de efeito em cascata; é o caso da criação de uma nova parceira/amante (Punchline) do Coringa, um novo vilão (Designer) e outro personagem que está envolto de muito mistério, Clownhunter (Caçador de Coringa??), onde nada foi revelado, apenas que ele irá aparecer em Batman #96.

Batman #93 traz o preludio da Guerra com o Coringa

O prelúdio de “Joker War” começa na revista Batman# 93 que será lançada em abril, e mostra as consequências de quando as armas, gadgets e veículos do Cavaleiro das Trevas caem em mãos erradas tornando Gotham City um enorme campo de batalha. E no meio desse caos o ameaçador Clownhunter não está fazendo prisioneiros, criando um ambiente complexo para o vigilante de Gotham.

Capa de Batman #95

A ‘Guerra do Coringa’ (em uma tradução livre) terá seu início após o fim do arco do Designer, começando na edição Batman# 95, onde o Coringa e o Batman são provocados a ter uma última épica batalha.

Seguem então as solicitações das próximas edições envolvendo este incrível arco do Batman.

BATMAN # 96

Escrito por JAMES TYNION IV
Arte de JORGE JIMENEZ
Capa por GUILLEM MARCH

Recuperando-se dos efeitos do pior ataque de toxina do Coringa de todos os tempos, Batman está fugindo por Gotham City, perseguido pelas sombras e vozes que assombram seu passado e presente! À medida que o plano do Coringa se materializa, a única pessoa que pode salvar Batman dessa loucura é… Harley Quinn?!

BATMAN # 97

Escrito por JAMES TYNION IV
Arte de JORGE JIMENEZ
Capa por GUILLEM MARCH

O exército do Coringa está crescendo de forma desenfreada, e estão armados com armas que o Palhaço do Crime nunca sequer sonhou. Batman deve manter sua mente limpa para poder dar o golpe final e retomar sua cidade, mas como ele pode curar as brechas que criou em sua vida para obter a ajuda de que precisa? E enquanto tudo isso está acontecendo, os vilões de Gotham City se aproveitam do reinado de Terror criado pelo Coringa, a Mulher Gato monta seu próprio exército!

NIGHTWING # 73

Escrito por DAN JURGENS
Arte de RONAN CLIQUET
Capa por TRAVIS MOORE

O Coringa sabe que Dick Grayson é Asa Noturna, e os planos que ele colocou em ação irão assombrar Batman para sempre. Sob o controle da misteriosa aliada do Coringa, Punchline, Nightwing deve combater as pessoas que ele mais ama: Batgirl, os Robins e … ele próprio.

BATGIRL # 48

Escrito por Cecil Castellucci
Arte de Robbi Rodriguez
Capa por Giuseppi Camuncoli

Cecil Castellucci e Robbi Rodriguez iniciam um novo arco, “The Last Joke!” que gira em torno da catastrófica história da família Gordon, onde Barbara Gordon é forçada a reviver os eventos mais traumáticos de sua vida. James Gordon Jr. está de volta e em uma missão para expulsar os Gordons de Gotham City, e como todos nos sabemos, qualquer coisa que envolva James Jr. é uma má notícia para Babs e o comissário Gordon. Mas o irmão dela é capaz de atormentar sua família por conta própria ou ele se uniu a um certo palhaço príncipe do crime?

DETECTIVE COMICS # 1024

Escrito por PETER J. TOMASI
Arte e capa por BRAD WALKER e ANDREW HENNESSY

Infelizmente não foi revelado a solicitação de Detective Comics #1024.

Este incrível arco denota uma nova fase na carreira de James Tynion IV, um momento de maturidade e que esta mostrando um lado diferenciado do Batman. Há quem diga que é um back to basics do personagem e que o publico já está cansado de grandes arcos (vide os gigantescos arcos do Tom King), mas não há como negar que o escritor está tentando mudar o tom do personagem e com isso trazer algumas mudanças relevantes de status quo. Se irão ser permanentes, só o tempo dirá.

Avalie a matéria

Puyol Miranda

Uma simples testemunha da humanidade, que presencia todos os dias as grandes maravilhas de Deus. Além de presenciar o mais lindo momento de uma etapa de crescimento, me tornar pai. Sou analista de ti, leitor de quadrinhos, decenauta convicto e amante da tecnologia.