John Byrne e sua fanfic dos X-Men

Há muuuito tempo, em uma galáxia muito distante, o genial artista John Byrne estava trabalhando com Chris Claremont em uma revista da Marvel. A revista era a Uncanny X-Men e o trabalho que fizeram juntos ali se tornou lendário – especialmente pelas sagas da Fênix Negra e Dias de um Futuro Esquecido.

Porém, a colaboração dos dois ficou marcada por atritos e tretas e eles seguiram caminhos separados. Claremont continuou roteirizando os mutantes, enquanto Byrne foi cuidar dos roteiros e da arte do Quarteto Fantástico. Posteriormente, escreveria uma reformulação que se tornou o divisor de águas do Superman para a DC Comics – mas essa é uma outra história.

O que ficou na cabeça dos fãs foi “o que aconteceria se Byrne tivesse continuado com os X-Men”. Bom, pelo menos com relação à parceria com Claremont, jamais saberemos – mas o próprio Byrne se encarregou de nos dar algumas respostas.

Em julho do ano passado, o artista publicou em seu fórum Byrne Robotics:

“Essa história de voltar pra Marvel me deu um comichão que eu precisava coçar. Me perguntei se ainda poderia desenhar algo pra outra pessoa finalizar. Esse foi o resultado.”

“Acho que o único jeito que eu poderia chegar perto desses personagens de novo é caso a Marvel decidisse me dar a Hidden Years de volta, então saísse de perto e me deixasse fazer o meu trabalho.”

Mas Byrne continuou desenhando algumas páginas, até que teve uma ideia:

“Acabei de ter uma das minhas ideias mais malucas. Lembram quando Chris (Claremont) estava fazendo X-MEN FOREVER, um gibi que continuava a partir do ponto em que ele saiu? Imediatamente algumas pessoas começaram a especular se eu faria o mesmo, X-MEN EVERMORE, continuando do ponto em que saí.

“Mas acabei de pensar em algo que seria ainda mais legal. Por conta da referência, vamos chamar isso de X-MEN ELSEWHEN, continuando a partir do encerramento em X-MEN #136, mas como se (Jim) Shooter não tivesse sabotado o que estávamos fazendo! Então a Jean* não morre, Scott não vai embora e, bem, um monte de outras coisas acontece e não acontece.

“(E não, não será escrito pelo Chris!)

“Nunca vai rolar, mas é divertido pensar a respeito.

*Sim, Jean.”

Então Byrne começou a publicar no fórum as páginas de seu novo gibi, gratuitamente.

Alguns usuários do fórum começaram a finalizar as páginas, e Byrne começou a adicionar diálogos para servir de referência:

Infelizmente, por razões que Byrne se recusa comentar, esse gibi não será publicado pela Marvel. De qualquer forma, ele continua publicando páginas e mais páginas em seu fórum.

“Com cerca de nove edições na gaveta – já dá pra dizer que mais de 190 páginas, com mais vindo aí – esse pequeno exercício pode durar até 2020. Parece apropriado.”

O que você achou, popnauta? Gostaria de comprar um gibi dos X-Men feito pelo BYRNE! BYRNE! BYRNE! mais uma vez? Ou é melhor deixado relegado à condição de fanfic mesmo?

Avalie a matéria

Raul Kuk o Mago Supremo

Raul Kuk - o Mago Supremo. Pai de uma Khaleesi, tutor de uma bruxa em corpo de gata.