Infinite Frontier #0 é o marco zero da Nova DC Comics!

As solicitações da DC Comics de março de 2021 saíram e muitas das informações que revelamos no decorrer desta semana foram confirmadas. Porem somente hoje tivemos mais detalhes de como será a edição especial de Infinite Frontier #0 que marcará este novo momento do Universo DC.

Capa de Dan Jurgens finalizada por Mikel Janin

Em uma entrevista ao The Hollywood Reporter, Joshua Williamson, que é um dos arquitetos desta nova fase da DC, contou detalhes bem interessantes do que esta por vir, como por exemplo os escritores e desenhistas envolvidos no gibi.

São eles: Scott Snyder, Geoff Johns, Becky Cloonan, James Tynion IV, Joelle Jones, Alitha Martinez e John Romita Jr.

O escritor reforçou a importância que a conclusão dos eventos de Death Metal está conectada com Future State e por consequência desembocam em Infinite Frontier. Portanto, tudo está ligado e tem sua devida importância.

Novo status de Diana talvez seja ela ser uma divindade multiversal

Uma das dicas que Williamson fornece é o status quo da Mulher Maravilha pós-Death Metal. Uma das histórias do especial tem Diana e o Espectro como peças chaves na transição desse novo momento da DC, implicando que talvez a super-heroína vá se tornar uma divindade do multiverso (talvez isso explique a presença de Hipólita na Liga da Justiça). Esta etapa foi escrita em companhia de Scott Snyder e James Tynion, então esperem muitas coisas interessantes.

Da entrevista podemos coletar alguns pontos muito importantes que gostaríamos de chamar sua atenção, amigo leitor, relacionado especificamente ao especial Infinite Frontier:

Até mesmo Alan Scott terá chance de brilhar na nova DC!

•Há uma história da Stargirl escrita por Geoff Johns e arte de Todd Nauck, que mostrará o novo status da personagem;
James Tynion está escrevendo uma história do Lanterna verde original, Alan Scott, com arte do desenhista Stephen Byrne;
Teen Titans Academy de Tim Sheridan (roteiros) e Rafa Sandoval (arte) destacarão o Red X;
• O novo escritor dos gibis do Superman, Philip Kennedy Johnson, escreverá uma historieta sobre o Superman, com arte de Jamal Igle;
• Williamson está escrevendo uma misteriosa parte do especial que trará arte de Alex Maleev. Não deu nenhum detalhe, apenas informou que os fãs ficarão muito felizes;
Lanterna Verde de Geoffrey Thorne (novo escritor da mensal) com arte de Dexter Soy, mostrará o que está acontecendo com a tropa e seus principais soldados esmeraldas;
• Há uma curta história do Flash que Williamson cita na entrevista “você sabe, terminei de escrever o Flash no ano passado, mas senti que tinha uma última peça que precisava fazer, então me sinto grato e com sorte o suficiente por ter feito isso no especial”. Será que é o início da aguardada redenção de Wally West?
• Há um epílogo escrito por Williamson com arte de John Romita Jr. e servirá para mostrar algumas das coisas que estão vindo para esta nova DC em 2021. “Queríamos fazer algo que dizia, ‘aqui está o que está vindo imediatamente’, mas também dá dicas de coisas que virão ao longo do ano de 2021 e 2022, para mostrar às pessoas que temos esse plano e essa é a história que queremos contar”.

Williamson concluiu a entrevista enaltecendo a fase Rebirth (Renascimento) e mostrando que Infinite Frontier é tão ou mais promissora e que renderá muitos anos de boas histórias.

Ansioso por esta nova fase da DC Comics, amigo decenauta? Sei que está porque estou aqui roendo as unhas de ansiedade. Chega logo março de 2021!!

Avalie a matéria

Puyol Miranda

Uma simples testemunha da humanidade, que presencia todos os dias as grandes maravilhas de Deus. Além de presenciar o mais lindo momento de uma etapa de crescimento, me tornar pai. Sou analista de ti, leitor de quadrinhos, decenauta convicto e amante da tecnologia.