Heavy Metal Vol. 1 – Editora Mythos

Lançada em 2018 pela editora Mythos, a revista HEAVY METAL tem como proposta trazer um mix pra você que gosta de ler uma ficção, um terrorzinho, uma aventura com aquela pegada meio franco-belga, meio inglesa, meio punk, meio suja…

Os caras inovaram e separaram a publicação em temporadas, sendo que a primeira e a segunda já estão completas (ambas com cinco “episódios”) e podem ser encontradas tanto na Amazon quanto na loja virtual da própria editora Mythos. Há também uma edição especial em preto & branco. Pra quem não tá ligado, a Mythos tem uma loja muito bacana numa galeria da Avenida Paulista, fechada em tempos de pandemia, mas que vale muito a visita.

O lançamento dessa HQ gerou polêmica na internê! Apesar do nome HEAVY METAL, o conteúdo da revista é extraído da revista 2000 AD. Cê tá ligado: em dezembro de 1974, uma galera que mais parecia um dream time dos quadrinhos fundou a revista MÉTAL HURLANT na França. Caras como Moebius, Richard Corben, Alejandro Jodorowsky, Enki Bilal, Berni Wrightson, Milo Manara, Augusto Velasquez e muitos outros. Essa revista é um marco na história do planeta e deveria ser tombada pela ONU.

Os americanos foram lá e copiaram na caruda (mentira, eles pagaram os direitos). A versão americana da revista começou com republicações do material da matriz, mas logo lançou coisa nova, como Ranxerox (personagem dos italianos Liberatore e Tamburini), que saia na FRIGIDAIRE, uma versão italiana de revista com esse formato mix. Eu na verdade não sei em qual revista saiu primeiro o Ranxerox, precisaria fazer uma pesquisa para conferir, mas a vida é muito curta pra isso… O que eu sei é que Ranxerox saiu por aqui na espetacular revista ANIMAL, da VHD Diffusion, e foi republicado pela editora Conrad em 2010.

Mas estou me dispersando: a versão americana da revista chegou ao Brasil em 1995 e teve 24 maravilhosas edições, deixando uma legião de fãs por onde passou. Então, quando a Mythos anunciou uma revista mix chamada HEAVY METAL, evidente que associaram com o material da MÉTAL HURLANT e seu filhote americano, mas o conteúdo é da 2000 AD.

Chico Buarque usa meme para estrear perfil no Instagram | VEJA
UMA REVISTA CHAMADA HEAVY METAL………………………………………………….MAS COM CONTEÚDO DA 2000 AD.

A verdade é que o gibi é legal pá cacete!

A 2000 AD é uma revista britânica semanal que tá nessas de publicar ficção científica e aventura com pitadas de terror e sujeira desde 1977. Ela é a casa de personagens como o Juiz Dreed e Sláine, ambos já publicados por aqui. Já passou da edição 2.140!! A chamada INVASÃO BRITÂNICA de escritores ao mercado americano (principalmente à DC Comics) saiu dessa revista. Nomes como Alan Moore, Dave Gibbons, Grant Morrison, Brian Bolland, John Wagner, Alan Grant e Garth Ennis tiveram o início de suas carreiras nas páginas da 2000 AD.

Para compor o mix da versão brasileira da 2000 AD (que se chama HEAVY METAL), os caras da Mythos apostaram em 4 séries bem legais:

SLÁINE

Sláine dispensa apresentações. Feito sob medida pra quem é fã da literatura fantástica e bárbara (em ambos os sentidos), a arte enche os olhos de alegria. A sequência publicada no volume 1 da revista Heavy Metal é escrita pelo criador do personagem, Pat Mills, e desenhada por Clint Langley. Gostei muito do que li.

GUERREIROS ABC

Guerreiros ABC é uma das séries mais longevas da 2000 AD, tendo sido publicada pela primeira vez em 1979, escrita e criada por Pat Mills também. O time de artistas que já passaram pela série tem Kevin O’Neill e Simon Bisley, só pra citar alguns. Os mais tiozões vão se lembrar que Pat Mills e Kevin O’Neill tiveram um gibi da DC Comics publicado aqui no Brasil pela editora Abril – A Era Metalzóica – cuja pegada era bem parecida também: uns robôs em formato de animais que podiam pensar e se meter em muita confusão.

CONTOS DE TELGUUTH

Os CONTOS DE TELGUUTH são histórias curtas, inicialmente sem ligação, mas que desenham uma trama ao longo de suas páginas. Escritos por Steve Moore, o mentor de Alan Moore (e eles não são parentes, apesar do nome). Cada edição possui um desenhista diferente, com destaque para Siku, desenhista nigeriano com cidadania inglesa. Telguuth é um planeta onde forças do mal e criaturas zuadas estão à espreita nas sombras. Mas isso não quer dizer que os contos são desprovidos de um certo humor negro, talvez até uma pitada de sadismo…

MUNDO DOS LABIRINTOS

Alan Grant é co-criador do Juiz Dreed. Ele também escreveu Batman por muito tempo, uma fase bacana da Legião dos Super-Heróis, Lobo, entre outros… Essa série MUNDO DOS LABIRINTOS, desenhada por Arthur Ranson, é a minha série preferida do mix. Um cara condenado ao enforcamento é, de fato, enforcado. Acontece que ele acorda em um mundo fantástico, com lagartos voadores, um rei tirano, rebeldes vivendo a jornada do herói e labirintos sagrados que guardam terríveis segredos. Ele é apontado como um salvador e aí a história viaja para lugares surpreendentes.

O fato é que, polêmicas à parte, a revista é muito legal, com um ótimo preço numa comparação leve com o que temos no mercado. O volume 2 já está completo e será dissecado assim que for possível.

E que venha a temporada 3!

Esse texto foi escrito ao som de VICTORY IS WON, do Santana.

Avalie a matéria