Doom Patrol se Passa no Mesmo Universo que o Filme da Liga?

Após emplacar um fracasso após o outro nos cinemas, a Warner/DC resolveu investir pesado em algo que ela vinha fazendo muito bem. A recepção positiva às séries do CW, como Arrow, Flash e Supergirl, além de Gotham e Krypton, levaram a uma aposta ousada: A criação de um “universo compacto” para o serviço de streaming DC Universe.

Começando com Novos Titãs, tivemos uma pequena amostra do que estava por vir no quarto episódio da primeira temporada, quando fomos enfim apresentados à Patrulha do Destino.

Grupo HUMILDE E SIMPLES pegando o busão.

O grupo mais disfuncional da TV foi mostrado como vítimas à mercê de um cruel Niles Caulder, o Chefe (interpretado aqui por Bruno Bichir), um inescrupuloso cientista. O episódio mostra Mutano tomando a decisão de abandonar a Patrulha, grupo do qual ele fez parte originalmente sob a alcunha de “Rapaz Fera“. Quando a série da Patrulha começou, no entanto, algumas mudanças no elenco (em especial com Timothy Dalton no papel de Caulder) e um novo integrante à equipe foram apresentados. Dessa vez, Cyborg, cujo projeto de um filme solo a partir de Liga da Justiça fora cancelado.

Até aí, tudo bem. Reaproveitar um personagem que não ia mais ter chance no cinema em uma série de TV parecia ser uma excelente ideia para mantê-lo em evidência. Isso seria o suficiente para garantir revistas em quadrinhos e visibilidade na mídia – a despeito do fato que, originalmente, Cyborg é um membro dos Titãs.

Faltou o upgrade no bigode

Interpretado no cinema por Ray Fisher, ele teve uma pequena participação em Batman vs Superman e algum destaque na bagunça que foi o filme da Liga. Agora, em Doom Patrol, ele é interpretado por Joivan Wade, que já participou de produções como The First Purge: a Primeira Noite de Crime e Dr Who. Cordialmente, Wade agradeceu a Fisher por ter “aberto o caminho” para o Cyborg, afirmando que sua versão apresenta um personagem ainda jovem e muito longe de fazer parte da equipe de pesos-pesados da Liga.

O plot twist carpado, no entanto, vem no episódio de Doom Patrol em que Victor Stone, o Cyborg, encontra uma fã – e eles mencionam o Flash.

Como vimos (bom, ao menos eu suponho que você tenha visto) no filme da Liga, Cyborg e o Flash não são exatamente o melhor team-up de todos os tempos, mas, ao final da história, estão se dando muito bem. E, em Doom Patrol, vimos o que pode ser uma evolução do Cyborg (ou um upgrade, se você preferir): Ele faz piada sobre o seu amigo super-veloz e se dá bem melhor com seu pai, o cientista Silas Stone.

A série Doom Patrol não faz referência nenhuma a Mutano, e é um pouco complicado “ajustar” o momento cronológico das duas séries – mas não impossível. No entanto, se há outros super-seres no universo de séries da DC, podemos presumir que alguns deles já se encontraram antes. Não é tão difícil pensar que todo tipo de incidente bizarro continua acontecendo no mundo, mesmo em tempos de relativa paz após o confronto com Steppenwolf. Resta saber como o resto desse “universo compacto” vai reagir a eventos de maior magnitude – ou que tenham acontecido em outras mídias e canais. O serviço de streaming ainda vai apresentar as séries do Monstro do Pântano e da Stargirl, além de animações. 

Se bem que algumas coisas é melhor esquecer…

Obviamente, pequenas pistas como essas não são o suficiente para confirmar a teoria, e tudo deve ser encarado como especulação até que haja um pronunciamento oficial por parte da Warner/DC. Mas dá o que pensar. Considerando o estilo das histórias da Patrulha do Destino, não seria de se admirar que eles quebrassem a quarta parede (espere, eles já fizeram isso!) ou aproveitassem elementos do Universo DC que não devem ter mais chance no cinema. Com o fim de Gotham se anunciando e o cancelamento da série do Arqueiro Verde anunciado, nós também podemos imaginar o que será do Pistoleiro, que não deverá voltar para o reboot de Esquadrão Suicida. Mas o que realmente me intriga é se serão capazes de seguir o caminho adotado pelo escritor escocês Grant Morrison, o verdadeiro mentor por trás dessa versão da Patrulha do Destino – mas em relação ao que ele fez em Homem-Animal.

O herói que descobriu que vivia numa revista em quadrinhos.

Maior vida viva.

Avalie a matéria

Raul Kuk o Mago Supremo

Raul Kuk - o Mago Supremo. Pai de uma Khaleesi, tutor de uma bruxa em corpo de gata.