Console que uniu gerações, PlayStation, comemora 25 anos

A história do PlayStation começa em 1988, quando a Sony e a Nintendo estavam trabalhando juntas para desenvolver um console que aliaria as características das duas empresas. A Nintendo dominava os jogos de computador naquela época e a Sony ainda não havia entrado no mercado de videogames domésticos (mas não via a hora de começar!). Ao se unir ao líder de mercado, eles acreditavam ter uma boa chance de sucesso.

Este novo vide game seria um Super Nintendo com drive de CD-ROM, que rodaria os jogos gravados em disco, mas também teria um compartimento para cartuchos.

A ideia era um console que pudesse rodar tanto os games de PC quanto os cartuchos da Nintendo. No entanto, a Sony e a Nintendo se separaram em termos de negócios, pois a Nintendo decidiu usar a Philips como parceira. O protótipo de SNES com leitor de CD nunca foi introduzido ou usado pela Nintendo.

Famoso PS1 que marcou uma geração

A pesquisa e o desenvolvimento do PlayStation começaram em 1990 e foram liderados pelo engenheiro da Sony, Ken Kutaragi. Um protótipo do console da Nintendo com a Sony foi apresentado no Consumer Electronics Show em 1991 (justamente quando a líder do mercado de jogos naquele momento anunciou que ia usar a Philips como parcera). O motivo do rompimento? A Sony queria uma parcela do lucro nos jogos, já que estavam efetuando uma mudança drástica no mercado – o que foi prontamente negado pela Nintendo.

Com isso, a Sony, muito irritada com a desistência do negócio, quis a todo custo vencer a poderosa Nintendo no campo dos video games. Kutaragi ficou encarregado de desenvolver o console que viria a se tornar um campeão de vendas, já que o “PlayStation X” estava em estágio bem avançado de desenvolvimento.

Em 1991, a Sony lançou uma versão modificada daquele protótipo com a Nintendo, como parte de seu novo plano de negócios.

Apenas 200 modelos do primeiro PlayStation (que podiam jogar com cartuchos de jogos Super Nintendo) foram fabricados pela Sony. O PlayStation original foi projetado como uma unidade de entretenimento multimídia.

Além de poder jogar jogos de Super Nintendo, o PlayStation podia reproduzir CDs de áudio e ler CDs com informações de computador e vídeo. No entanto, esses protótipos logo foram descartados.

Kutaragi logo desenvolveu jogos em um formato gráfico de polígono 3D. Nem todos na Sony aprovaram o projeto PlayStation e este foi transferido para a Sony Music em 1992, que era uma entidade separada. Eles se separaram para formar a Sony Computer Entertainment, Inc. (SCEI) em 1993.

Digam Olá para a nova empresa

A nova empresa atraiu desenvolvedores e parceiros que incluíam a Electronic Arts e a Namco, que estavam entusiasmados com o console baseado em CD-ROM com capacidade gráfica em 3D. Era mais fácil e mais barato fabricar CD-ROMs em comparação com os cartuchos usados ​​pela Nintendo.

Em 1994, o PlayStation 1 (ou carinhosamente apelidado de PS1) foi lançado e não era mais compatível com cartuchos de jogos da Nintendo: ele apenas rodava jogos baseados em CD-ROM. Foi uma jogada inteligente que logo transformou o PlayStation no console de videogame mais vendido do mundo. Vendeu mais de 300.000 unidades no primeiro mês de vendas no Japão.

O PlayStation foi introduzido nos Estados Unidos na Electronic Entertainment Expo (a famosa E3) em Los Angeles em maio de 1995. Eles pré-venderam mais de 100.000 unidades no lançamento em setembro daquele ano. Um ano depois, já haviam vendido quase dois milhões de unidades nos Estados Unidos e mais de sete milhões em todo o mundo. Atingiram a marca de 100 milhões de unidades antes do final de 2003.

Uma grande biblioteca de jogos favoreceu uma fácil integração com os jogadores

Graças a uma extensa biblioteca de jogos desenvolvidos com exclusividade para o PlayStation, um controle mais fácil e moderno de usar e o fato de poder usar o memory card para gravar o progresso dos jogos (um acessório que viria a se tornar extremamente popular), não foi surpresa que a plataforma da Sony tenha se tornado a líder do mercado e uma verdadeira campeã do entretenimento.

Desde então a Sony tem lucrado com o desenvolvimento de novas versões do PlayStation e com jogos cada vez mais modernos.

Confira o vídeo feito especialmente para celebrar o aniversário de 25 anos do PlayStation:

Avalie a matéria

Puyol Miranda

Uma simples testemunha da humanidade, que presencia todos os dias as grandes maravilhas de Deus. Além de presenciar o mais lindo momento de uma etapa de crescimento, me tornar pai. Sou analista de ti, leitor de quadrinhos, decenauta convicto e amante da tecnologia.