CLÁSSICO DO DIA : NEW ORDER – BIZARRE LOVE TRIANGLE

Após o suicídio do vocalista Ian Curtis em 1980, os membros remanescentes do Joy Division tiveram que decidir o que seria do grupo. Desde o princípio eles haviam pactuado que se qualquer um dos integrantes deixasse a banda, os demais abandonariam o nome Joy Division. Nasce então o New Order, formado pelo vocalista e guitarrista Bernard Sumner, o baixista Peter Hook e o baterista Stephen Morris; com a adição da tecladista e guitarrista Gillian Gilbert completando a formação. Aos poucos foram abandonando o estilo soturno de sua encarnação anterior em prol de uma sonoridade com matizes synthpop que incorpora sintetizadores, batidas eletrônicas e elementos de techno e dance music, e ao mesmo tempo continuaram a criar canções em uma linguagem rock pós-punk. O single “Blue Monday” de 1983 serviria de prova de conceito dessa nova direção musical, tornando-se um sucesso instantâneo. No disco Brotherhood de 1986, as duas principais vertentes sonoras da banda foram separadas em lados distintos: um contempla o estilo dançante eletrônico e o outro foca no rock “guitarra-baixo-bateria” do conjunto. Desde então o New Order segue gravando e excursionando, mesmo entre hiatos nas suas atividades, projetos paralelos e mudanças na formação.

Avalie a matéria