Chegou a hora de um novo DC vs Marvel, por Scott Snyder?

Segundo Scott Snyder, ele queria um final bem diferente para “Noite de Trevas: Metal” de acordo com uma sugestão dada por Grant Morrison.

A Muralha da Fonte como uma divisão entre os reinos

Durante uma sessão de perguntas e respostas na web conduzida pela Hero Initiative, que tinha como proposito beneficiar a causa dos criadores de quadrinhos, Snyder conversou com um pequeno grupo de fãs sobre diversos assuntos, e um deles causou bastante alvoroço. Trata-se à quebra da Muralha da Fonte no final da saga Noite de Trevas: Metal.

Noite de trevas trouxe mudanças significativas para o universo DC

Falando detalhadamente sobre os conceitos que ele introduziu na Liga da Justiça e em Noite de Trevas, Snyder explicou a dificuldade de visualizar um mapa de um “reino além da imaginação”, mas tentou descrever como ele o vê, articulando que considera a Muralha da Fonte o limite real entre os reinos.

Ele então falou sobre como ele e seus colaboradores vêm coexistindo criativamente no Universo DC, trabalhando com conceitos criados por outros escritores, e, inversamente, outros escritores captando os conceitos que eles criam.

“E, a propósito, alguém pode pegar e escrever de uma maneira diferente, e então eles estão certos”, explicou.

“Nós realmente nos importamos muito com isso. Quando fizemos Metal e criamos o Death Metal recentemente, relemos tudo. Conversamos com Grant (Morrison). Aliás, conversamos com tantas pessoas quanto pudemos sobre as regras e regulamentos, porque não queremos contradizer nada, mas a diversão é tentar encontrar as peças pelas quais você se inspira e somar”.

“Ninguém está tentando quebrar nada ou prejudicar o Universo DC. É tudo uma questão de somar a isso.”

Na mesma nota, ele revelou uma ideia que poderia ter sido o maior aditivo de todos.

Johns “profetizou” em Doomsday Clock um crossover também

Snyder lembrou-se de uma conversa com Morrison, na qual os roteiristas falaram sobre ultrapassar os limites da Muralha da Fonte em Metal (Noite de Trevas aqui no Brasil) e ter que criar algo que desse uma sensação igual de “mistério, pavor, tudo isso”.

Se a Muralha da Fonte tombasse e a Liga da Justiça encontrasse com o Surfista Prateado?

“Se você quebrar a Muralha da Fonte, terá de colocar algo do outro lado igualmente maravilhoso e aterrorizante”, lembra Snyder lembrando-se de Morrison o aconselhando. “Eu disse: ‘Sim, eu sei, eu vou’, e Grant disse: ‘Deixe-me adivinhar. Eles quebram a Muralha da Fonte e do outro lado encontram a Marvel Comics?’

“E eu fiquei tipo ‘Ahh, se ao menos … se pudéssemos fazer isso.’ Como se a Muralha tombasse no fim de Metal e você visse o Surfista Prateado. Você sabe o que eu quero dizer? Como se fosse o começo do crossover entre a DC e a Marvel.”

Seria bem louco se já não tivessem feito isso nos anos 90

“Eu faria isso em um segundo”, pensou Snyder, melancólico.
“Eu escreveria Batman e isso.”
“Eu faria isso. Se eu comandasse o mundo.”

Esse momento reacendeu um ponto interessante na indústria, com os criadores sugerindo, desde que a pandemia do novo coronavírus causou a paralisação da distribuição dos gibis e, consequentemente, a quarentena fechasse muitas comic shops, que uma forma de aquecer o mercado seria um crossover DC X Marvel nos mesmos moldes do realizado nos anos 90.

Se é viável ou se salvará o mercado, dificilmente saberemos dizer, todavia um encontro das duas gigantes dos quadrinhos americanos é um sonho que essa nova geração precisa presenciar. Seria puro entretenimento e diversão.

Axel Asher é o único personagem criado pelas duas editoras no crossover dos anos 90

E se realmente quisessem poderiam usar esse gancho do Snyder ou do personagem Access, criado pelas duas editoras nos anos 90 para gerir seus grandes encontros. Personagem este que está esquecido no limbo. Seria uma boa oportunidade para utiliza-lo ou repaginar para os novos tempos.

Com esse debate reacendendo sobre um novo crossover entre as editoras alguns artistas tem se mostrado bem interessados tais como Scott Snyder, Gail Simone (que aliás, puxou a ideia original em seu perfil de Twitter), Matthew Rosenberg, Brian Michael Bendis, Tom King e Donny Cates. Um desenhista tratou de criar algumas imagens com foco nesse tão pedido crossover e as divulgou no Twitter. Muito boas por sinal. Vejam a postagem logo abaixo:

 



Veja abaixo as imagens em melhor resolução:

Harley Quinn x Deadpool = Risadinhas e zueira
Superboy x Vampira
Rocket Raccom x Lanterna-verde/John Stewart
Homem-aranha x Asa Noturna
Estelar X Gamora
Wakanda encontra Atlantis
Esse não é do Vasco Georgiev mas é igualmente interessante.

E você caro leitor, o que achou da ideia de um novo crossover entre a DC e a Marvel. Acha que pode salvar o mercado? Ou é pela pura diversão? Conte-nos o que acha dessa investida.

Avalie a matéria

Puyol Miranda

Uma simples testemunha da humanidade, que presencia todos os dias as grandes maravilhas de Deus. Além de presenciar o mais lindo momento de uma etapa de crescimento, me tornar pai. Sou analista de ti, leitor de quadrinhos, decenauta convicto e amante da tecnologia.