Agentes da S.H.I.E.L.D. – S07E06

Agentes da S.H.I.E.L.D. capítulo 6 já está no ar e podemos dizer que essa temporada nos presenteou com mais um epê matador, com direito a sacrifícios heroicos inesperados e os escambau. Além disso, algumas DR’s importantes foram resolvidas essa semana.

A primeira delas entre Sibyl e o Chronicom agente de campo. O cara está cabreiro porque Malick está morto e o projeto Insigth foi destruído, mas ela assegura que tudo está sob controle, pois a posição do Quinjet foi revelada, Daisy é prisioneira de Nathaniel Malick e eles ainda estão com os pais de Mack sob custódia. Ele então informa que despertará os Hunters como início da próxima fase do plano deles. Primeira DR resolvida.

“O problema não é você, sou eu…”

No Quinjet, após Mack ordenar que mísseis fossem lançados contra o foguete do projeto Insight, a galera está periclitante porque a posição da nave fora revelada e os caras podem tomar um Scud na cabeça a qualquer momento. Mack está bem preocupado com o fato de que seus pais estão presos dentro da base Farol, e desconta a treta toda em Deke ao saber que ele matou Malick. Deke se oferece para ajudar pois conhece bem o Farol, mas Mack recusa a oferta todo nervosão e diz que vai sozinho. Yo-Yo o acompanha e ele não diz nada porque sabe que com mulheres não se discute, elas sempre vencem. Segunda DR resolvida.

“Olha o meu tamanho! Quem manda aqui sou eu! Quase sempre…”

Enquanto isso, Coulson e May são prisioneiros do General Rick Stoner, na base do Farol. Eles tentam avisar que são do bem e que a casa vai cair se não derem ouvidos a eles, mas (para surpresa de absolutamente ninguém) o General Stoner ignora os avisos e a casa cai ruidosamente: três torpedos são disparados contra o Quinjet sem autorização ou sequer saberem quem apertou o botão de disparo. O casal faz cara de eu-te-disse e é preso em uma sala de interrogatório. Nesse momento rola a terceira DR do episódio, quando Coulson cobra alguma reação de May acerca de sua volta à vida. Ela diz que está cansada de ficar de luto por ele e que não sente nada ao tocá-lo. Ele sente essa afirmação bem no fundo do coração.

“Sai fora, bigode. Vai rolar uma DR aqui.”

A ação corta para Daisy e Daniel Sousa, ambos capturados por Nathaniel Malick, filho de Alfred Malick que nem era pra estar vivo, não fosse as alterações na linha temporal feita pelos Chronicoms. O plano do xarope é receber o sangue de Daisy usando a tecnologia do Dr. Reinhardt para assim obter os poderes dela. Ele acredita que Daniel envelhece devagar (provavelmente pensa isso sobre Daisy também) e por isso entende que ele é um Inumano como ela. Após a primeira sessão de retirada de sangue, Daisy está semi-morta e Daniel tenta mantê-la acordada contando a história sobre sua perna. Não é bem uma DR, mas vou contar como a quarta da noite.

No Quinjet a galera entra em pânico após um dos mísseis disparados pela base do Farol ter atingido a nave. Jemma revela para Enoch que não se lembra de como consertar a nave, e ele entende o recado. Deke os flagra em um momento em que Enoch tenta atingir certas partes do cérebro da Jemma com uma espécie de scanner e o abate, acreditando que nosso Chronicom do bem tinha se voltado pro lado negro da força. Jemma explica pra Deke que ela e Fitz descobriram um lugar onde é possível observar os Chronicoms e que, para guiá-los, Fitz ficou lá, seja onde for. Ele está exposto e arriscando sua vida e, para protegê-lo, ela suprimiu essa informação com um dispositivo biológico inventado por ela (claro). A má notícia é que o aparato não está funcionando muito bem. E essa será a quinta DR do episódio.

“Quem é você? Brinks, eu lembro….vc é a May.”

O General Stoner se mete em altas confusões e quem salva a pele dele são Coulson & May, que escaparam na maciota. Coulson encontra uma sala na base que, além de guardar os Hunters adormecidos, também possui um comunicador dos Chronicoms. Ao usá-lo, adentra sem aviso na sexta DR – nem eu aguento mais. Ele toca uma luz num painel e de repente se vê na sala branca com Sibyl, a Oráculo. O diálogo é sensacional! Ela diz que a raça dela merece viver mais do que os humanos porque os humanos temem a morte, e por isso agem de forma irracional muitas vezes. Ela diz também que ele não é humano e deveria entender a imortalidade. Ele responde que a diferença entre as duas espécies é que a dele conquista tudo com sacrifício, nada é de graça, tudo tem um custo real, e ainda por cima existe ele: um HUMANO que não teme a morte, porque morrer era meio que o super poder dele. Ele volta à sala anterior e EXPLODE TUDO, INCLUSIVE A SI MESMO!!!

PRAPALAPAPOW!

Mack e Yo-Yo vão em resgate dos pais dele. Rolam altos fights e eles encontram May, que se despede do General Stoner em cena engraçada: eles trocam um aperto de mão e ela faz uma careta, certamente sentindo coisas estranhas sobre o bigodão. Já na nave, o pai de Mack toca Melinda, e ela nada sente, fenômeno que acontece quando May é tocada por um robô. Na sétima DR da saga, May diz pra Mack que aqueles não são seus pais e ele custa a acreditar, mas acaba jogando os pais da nave. Muito triste!

Joguem a mamãe do trem.

Enfim, todos juntos no Quinjet. Sousa precisou literalmente carregar Daisy no colo ao fugir do cativeiro e diz que segue com a galera – afinal ele está onde precisa estar – e acontece mais um salto temporal. May informa de maneira bem fria que Coulson explodiu. Mack sai de moto para “respirar um ar”, e após algum tempo Deke vai atrás dele.

Aí o bagulho fica louco, porque ele recebe uma transmissão de Jemma dizendo que alguma coisa aconteceu na nave, eles precisam voltar imediatamente pois o cronômetro do salto temporal reiniciou. Deke grita com Mack, que está desolê parado em um lugar qualquer e nem se mexe. Ao fundo, a nave some num brilho azul….

Na promo do próximo episódio Deke e Mack foram abandonados em 1982! São apenas 30 segundos e os caras conseguiram citar (e eu certamente deixei passar alguma coisa):

Arnold Schwarzenegger in Commando (1985) | Commando ...
Falcão – O Campeão dos Campeões | Cubo Mágico
O Incrível Robô - Filme - Cinema10.com.br
Clube dos Cinco' envelheceu como um filme machista, segundo sua ...

TEMPORADA ESPETACULAR!

Até semana que vem…

Avalie a matéria