A Volta do Leão Britânico!

O lendário baixista Steve Harris vem capitaneando uma carreira de sucesso com o Iron Maiden por quarenta e cinco anos – mas isso não parece ser o bastante para ele. Saiu nessa sexta-feira, 17 de janeiro, “The Burning”, o segundo álbum de sua banda solo British Lion.

O primeiro álbum auto-intitulado saiu em 2012, e ia por um caminho mais mainstream do que metal. As influências de UFO e The Who são bem óbvias, mas não chegam a se aproximar tanto do rock progressivo nesse sentido. A ideia foi ter algo mais rock n’ roll, com uma pegada mais direta e simples, sem excessos. Até mesmo técnicas diferentes para tocar o baixo foram experimentadas, o que refletiu diretamente no clima do álbum, intenso mas descompromissado.

Já em “The Burning” temos canções mais inflamadas, um hard rock forte e bem melodioso, o que ajudou a dar mais identidade para a banda. Podemos analisar o primeiro disco como “não quero soar como Iron Maiden”, mas dessa vez temos um legítimo “é assim que nós soamos”: com personalidade, peso e feeling acima da técnica, com uma sonoridade distinta e particular. O melhor de cada músico vem à tona, especialmente do vocalista Richard Taylor. O guitarrista David Hawkins também participou ativamente do processo de composição. Completam o time o guitarrista Grahame Leslie e o baterista Simon Dawson.

Faixas como “Elysium” e “Legacy” mostram toda essa personalidade, com composições muito boas e aquele clima de “ao vivo no estúdio”. “Last Chance” tem uma atmosfera soturna e encantadora, enquanto “Spit Fire” e “Bible Black” poderiam tranquilamente ser retrabalhadas pelo Iron Maiden.

Com o Maiden prestes a anunciar mais um álbum, fica difícil imaginar como Harris encontrou tempo para gravar algo tão sólido e coeso. Não resta a menor dúvida de que, musicalmente, ele ainda não explorou a fronteira final: o British Lion ainda vai levar sua música a muitos shows pelo mundo. Menor e mais modesto que sua banda principal, claro, mas nem por isso menos cativante.

Avalie a matéria

Raul Kuk o Mago Supremo

Raul Kuk - o Mago Supremo. Pai de uma Khaleesi, tutor de uma bruxa em corpo de gata.